gringo stereotypesOs Brasileiros são ÍNDIOS que vivem na FLORESTA AMAZÔNICA (o que realmente pertence aos EUA) ou nas praias do RIO, morando em OCAS ou FAVELAS. A única coisa que se importam são CARNAVAL, SAMBA e FUTEBOL. Todas suas MULHERES são MORENAS, BONITAS, GOSTOSAS e FÁCEIS de levar pra cama, com BUNDAS GRANDES e andam NUAS em público.

Os Brasileiros pegam e comem a FRUTA DIRETAMENTE DA ÁRVORE, jogam FUTEBOL o dia inteiro nos campos de terra enquanto escutam SAMBA, bebem CAIPIRINHAS e brincam com os seus animais de estimação, MACACOS. Todos os seus políticos são CORRUPTOS, todas as ruas são PERIGROSAS, os seus ídolos são PELÉ e RONALDINHO, e eles falam ESPANHOL como língua nativa. E é claro, BUENOS AIRES é a capital do Brasil.

Como você se sente depois de ter lido todos esses estereótipos? Você ficou com raiva? Respire profundo e relaxe. Esta lista de preconceitos não vem de pessoas estrangeiras. (Read This Article in English)

Isso na verdade, é uma coleção de preconceitos negativos que os próprios Brasileiros reportaram quando perguntados sobre o que as pessoas estrangeiras acham sobre o Brasil. A pergunta chave, porque tanto pessimismo? Os Brasileiros são um dos povos mais adorados do mundo. Mostre-me o amor!

Hoje eu vou te desafiar a dar uma boa olhada nas suas crenças e pedí-lo que reconsidere algumas perguntas/ questões importantes que poderá mudar drasticamente como você vê o Brasil no mundo:

  • O que os Brasileiros acham que o mundo acha sobre o Brasil?
  • O que o mundo realmente pensa sobre o Brasil?
  • E finalmente, a tentativa de um gringo de criar uma perspectiva equilibrada.

E-livro de graça: 101 Palavras que você não vai aprender na escola

O que os Brasileiros acham que o mundo acha 

Muitos Brasileiros acreditam que a lista acima é uma representação certa do que o resto do mundo realmente pensa sobre eles. Só para ficar claro, isso não é o que eu acho sobre o Brasil. Para ser sincero, eu nunca conheci ninguém tão ignorante e malicioso para acreditar mais do que em uns poucos desses estereótipos.

É um tema bem polêmico, sobre o qual os Brasileiros adoram falar, discutir, desabafar e sobretudo, exagerar. É um assunto extremamente popular, mas delicado, que tem surgido repetidamente na RealLife English Community (uma rede social criada em Belo Horizonte, com mais de 4.000 membros de mais de 50 paises, onde os gringos e Brasileiros se juntam para compartilhar, discutir e aprender a língua inglesa através de cultura, relações e mídia, na internet e em encontros na Real Life).

Hoje vou mostrar os dois lados do assunto e tentar sugerir uma verdade mais equilibrada a respeito do que o resto do mundo pensa sobre o Brasil. EXPERIMENTE ESTA PERSPECTIVA:

OS BRASILEIROS são as pessoas mais AMIGÁVEIS no mundo, formando uma CULTURA RICA E DIVERSA, que sabe CURTIR da vida. A FLORESTA AMAZÔNICA é o PULMÃO DO MUNDO, com uma BIODIVERSIDADE gigante e uma HERANÇA indígena FASCINANTE que precisa ser COMEMORADA e PRESERVADA. O mundo conhece o Brasil por ser o MELHOR PAÍS DO FUTEBOL com HERÓIS como PELÉ E RONALDINHO que fortemente INFLUENCIARAM a história do futebol no mundo inteiro.

O Brasil sabe FESTEJAR e COMEMORAR sua LINDA CULTURA com muitas FESTIVIDADES ao longo do ano, como CARNAVAL. O MUNDO FICA ENCANTADO por expressões CULTURAIS como a SAMBA e a CAPOEIRA. RIO DE JANEIRO é UMA DAS CIDADES MAIS BONITAS DO MUNDO, com PRAIAS MARAVILHOSAS e todo mundo quer visitar o CRISTO REDENTOR.

O Brasil é conhecido por sua MÚSICA INCRÍVEL, COMIDA DELICIOSA, o que inclui SUAS FRUTAS SABOROSAS, SEUS CHURRASCOS e FEIJOADAS FAMOSOS. As MULHERES brasileiras estão entre as mais DOCES, BONITAS e SENSUAIS do mundo.

Estereótipos positivos sobre o Brasil

Esta é uma coleção de estereótipos positivos sobre o Brasil que muitos gringos, incluindo eu mesmo, acreditam sobre o Brasil. Eu cresci perto de Seattle, Estados Unidos, adquirindo muitas dessas ideais muito antes de ter pisado no Brasil.

Mesmo só tendo conhecido três ou quatro brasileiros antes de fazer meus vinte anos, a grande maioria das coisas que eu tinha ouvido falar sobre o Brasil eram positivas e os brasileiros que conheci no caminho só reforçaram este ponto de vista como pessoas agradáveis. E não, nunca me ensinaram que a Floresta Amazônica pertencia aos Estados Unidos (nem nunca tinha ouvido falar disso antes até que alguns brasileiros aqui me falaram veementemente que isso acontece nos EUA.

Até agora, isso ainda me parece absurdo). É claro, até o lado positivo não representa uma perspectiva imparcial, dado o fato que eu era sonhador com os olhos postos sobre o Brasil, mas os estereótipos positivos aqui, na minha opinião, refletem uma perspectiva internacional bem mais próxima do que os negativos que muitos brasileiros carregam.

Honestamente, sempre fui fascinado pelo Brasil. Os dois alunos de intercâmbio no meu colégio eram pessoas bem gentis e por meio dos documentários, filmes, e outros aspectos do Brasil comunicados por meio da mídia Americana, eu fiquei maravilhado pelo Rio, a Floresta Amazônica, Samba e histórias de Capoeira. Comprei um pôster de Cristo Redentor quando eu estava na faculdade e pendurei na parede do meu quarto enquanto sonhava com aventuras futuras.  Minha percepção sobre o Brasil era completamente real? NÃO, mas fazia sentido para mim e minha criação e isso não era negativo.

Os meus preconceitos foram moldados pela fama internacional do Brasil como foi colocado pela mídia ao qual eu fui exposto (principalmente sobre Carnaval, a Floresta Amazônica e o Rio) e os poucos brasileiros que conheci. Nem tudo que eu acreditava era verdade. Eu era ignorante em muitas maneiras. Por exemplo, lembro que na faculdade eu fique surpreso porque conheci uma menina loira que era do sul do Brasil. Fique constrangido, mas o meu erro foi em considerar como o Brasil foi apresentado na mídia Americana. Não estou desconsiderando tamanha  ignorância, mas a mídia raramente mostrava brasileiros loiros e nos EUA nós não  aprendemos sobre a imigração europeia no sul do Brasil e nem sobre a composição étnica dos brasileiros.

Mas, mesmo com algum grau de ignorância em alguns pontos, eu adorei a cultura do Brasil e ainda adoro. O Brasil é algo com que sonhei durante muitos anos e minha perspectiva foi construída com experiências positivas as quais eu procurei. Eu sei que as minhas percepções são coloridas pelas minhas experiências e não pelas experiências dos outros, o que quer dizer que a realidade é subjetiva. Eu represento o lado positivo do espectro, mas em uma reflexão sóbria, eu sei que existe outro lado.

A verdade humilde e equilibrada de um gringo 

O Brasil é mais um país com sua mistura própria de perspectivas positivas e negativas. Em muitas formas e para muitas pessoas, o Brasil é uma das luzes mais brilhantes do mundo, mas por outros, é só mais um país latino-americano do terceiro mundo com grandes problemas. Muitas pessoas adoram o Brasil por boas razões;  porque os Brasileiros são gentis, carismáticos e interessantes, mas outros só vêm os problemas: a corrupção, o crime, a desigualdade social, entre outros.

Existem muitas ideias erradas, mas a maioria não vem da maldade, senão da ignorância, e o fato de que as pessoas tendem a generalizar o que elas vêem na mídia. Mesmo que você não admita, a maioria dos Brasileiros faz a mesma coisa com os outros países. Eu sou Americano e a maioria das pessoas, mesmo que percebam isso ou não, chegam até a mim com preconceitos que variam entre “América, a terra gloriosa de Hollywood, com ordem pública e pessoas felizes” e “America, o Grande Satã que violenta e saqueia o resto do mundo para explorar petróleo.” A verdade fica em algum lugar do meio. Os Estados Unidos tem muitos problemas com relações internacionais, mas tem muita coisa maravilhosa sobre o meu país e o povo Americano também. Não reconhecer isso é um erro.

No Brasil, alguns dos aspectos mais interessantes nos olhos do resto do mundo realmente são a Floresta Amazônica, o Rio de Janeiro e o Futebol. Uai, vocês são um dos melhores países do futebol no mundo.  Mesmo se você não jogar futebol, ou dançar samba, você não tem que ficar ofendido se as pessoas acham que sim. Não é uma coisa negativa.

Os Brasileiros poderiam abraçar esta ignorância (ou este processo de aprendizagem) com paciência pelo resto do mundo e reconhecer que às vezes, as pessoas não têm sido privilegiados em ter a oportunidade de aprender sobre outros aspectos do Brasil, e que talvez, estes preconceitos representem interesse em você e na sua cultura ao invés de apatia.

Isso representa a sua oportunidade de ser um embaixador para o seu país e a sua cultura para desvelar ou desvendar os incontáveis outros aspectos maravilhosas e interessantes sobre o Brasil e os Brasileiros.

Se você gostou deste artigo, você pode se sentir a vontade para curtir este artigo abaixo, e/ou se tornar um membro oficial da Real Life English International Community ao colocar o seu endereço de e-mail no espaço abaixo. É uma rede social gratuita e aberta para nativos e aprendizes de Inglês em BH, onde você aprender e treinar o seu Inglês com estrangeiros e Brasileiros, através da comunidade, cultura e relações significativas. Com a sua associação gratuita, você receberá um convite para a nossa comunidade internacional no Facebook, bem como para os nossos futuros encontros presenciais do Real Life English.

Este artígo foi escrito e traduzido por Justin Murray e editado por Danielle Rioga

voltar à página dos melhores artigos

  • Ueritom says:

    Nossa, excelente artigo. Muito bem escrito. Eu não saberia descrever melhor. Falou muito bem. Parabéns e obrigado por essa excelente leitura. Já virei fã do seu blog.

  • Luciane Kö?lü says:

    nossa me encheu os olhos de lagrimas… moro na Turquia – ?zmir e ja ouvi coisas como "o Brasil esta na America do Norte junto com o Canada.." ou "o Brasil fica na Africa nao é mesmo?" sim, é nossa missao sermos embaixadores do Brasil aqui fora e realmente propagar nossa diversidade , riqueza cultural, futebol samba e capoeira. Nem todo mundo sabe sobre essas coisas entao cabe a gente que esta ca fora mostrar. Adorei seu post!

  • That´s good to hear that! I am proud of my country. I just love living here in spite of corruption, violence and several other issues. However, I have always liked the US, their language and culture. I started studying English when I was 8 and I still do. I like English a lot. When I was 12 I started taking piano lessons with an American woman who had just moved next to my house. In fact, I took piano lessons just to be near, to listen, to talk to her. Back then, 1972, we had neither internet norcable TV. We rarely met native English speakers. So my dream was to live in the US. In 1977 my dream came true. I was 15. I went to the United States as an exchange student. I was thrilled and very much excited about it. I was the happiest guy in the world. I was eager to learn English and everything about them.

    First I lived with a Mormon family in Billlings Montana, then I moved to San Diego, California, it was a temporary home, after that I lived in Tacoma, Washington. Finally they found a very nice American family for me, the Fischers. George and Shirley Fischer. They were just great people and I was proud of being their son. They treated me like a son. They had their own son, Kevin, who was 13 back then. I was part of the family. My American father used to kiss his son good night and then he came to my bedroom and did the same. He talked to me, gave me many advices, taught me English and was always patient and careful. So was my American mother. I went to Henry Foss High school. I made good friends there. I was a Sophmore. It was one of the best moments in my life. I admire the American culture as well as the people. I was very happy there and learned a lot from them. There´s a lot more to say but this is not about my memories, it is about how much I like The US and their people. Thank you.

    • Lilsa Ozorio says:

      Marcinho, comentando sobre a reportagem, o que eu ouvi nos Usa: muitos acham que falamos espanhol. Aadorei morar lah eles te recebem muito bem, morro de saudades e os meninos sempre falam sobre os amigos deixados para tras.

    • oi Lilsa, tudo joia? Sim também tenho saudades. os meninos já estão bem no Português ou eles só falam inglês?

    • Marcio, great response! I'm sorry for the delayed response. Honestly, I just saw your response. Amazing story, and an inspiration. Now I understand how your English is so good. Thanks for leaving a comment. Hope to see you at the RLE part tomorrow. If not, the next one hopefully. Take care! Abraço

  • Gostaria de agradecer por esse texto sincero e humilde! Às vezes ficamos tão chateados com os esterótipos que nos dão, que esquecemos que tudo isso é uma singularidade do Brasil, e portanto, algo que vai ser olhado com mais ênfase por olhos estrangeiros. Estou dando aulas de Português numa universidade the Flórida e amanhã mesmo vou falar sobre esterótipos brasileiros… obrigada pela ajuda!

    • estou aqui nos EUA há dois meses e, realmente, esse estereótipo é mais coisa da nossa cabeça do que o que eles (vocês) pensam de fato…

      • Justin says:

        Hahahahaha I’m glad you’re opening up your eyes to the world! And now you can open up the world’s yes to Brazil by being an ambassador. :0)

  • Christian Forachr says:

    Bela ortografia.

  • Katlin says:

    Muito, muito bom texto. Concordo contigo: ser embaixador para o seu país é, no mínimo divertido e enriquece MUITO! Passei por experiencias semelhantes e agora vou seguir as dicas pra levar tudo (ainda mais) na esportiva 🙂

    Beijão!

  • Maria da Conceição Lelis da Fonseca says:

    Parabéns! Excelente assunto. Você ama o Brasil e os brasileiros. Eu também te amo, mesmo sem te conhecer. Eu concordo em parte com meus compatriotas, porque eles generalizaram.
    1) Quanto as mulheres brasileiras: Há 3 anos atrás um americano me disse a mesma coisa.
    2) Quanto a esta estória de índios: Há 32 anos , um professor disse a mesma coisa, na sala de aula. Creio que neste ínterim esta idéia mudou.
    4) Tem americano que não sabe onde está localizado o Brasil. Eu vi isto na internet. Um país tão extendo que quando se abre um mapa mundi, já o vê.
    5) Quanto a Floresta Amazônica: Eu quero falar da Amazonia; a área territorial brasileira e não só da floresta Amazonica. A verdade é que a Amazonia está internacionlizada faz anos. Ela pertence a várias multinacionais. Há empresas brasileira? sim. Mas há muito mais multinacionais. Logo, quem manda é o capital estrangeiro. As multinacionais vêm para explorar todas as riquezas existentes na Amazonica e usando uma mão -de-obra barata. E existem grandes extensões de terra pertencentes a gringos.Enquanto isso, os índios, os sem terras e seus líderes estão sendo massacrados. E os governantes? Não querem nem saber. Aliás, eles não querem saber do povo. Sinceramente, não dá para escrever tudo que sei por falta de tempo. Faça uma pesquisa no google. Digite: Amazonia capital estrangeiro. Depois faça outra pesquisa: Quem manda na Amazonia. No meu facebook Conceição Lelis tem um vídeo: Belo Monte, quem manda no Brasil. O Brazil é lindíssimo, riquíssimo, mas é mal administrado porque a maioria dos políticos são corruptos, não são patriotas. Aqui em São Paulo capital a saúde pública está quase toda vendida. Venda é a palavra certa e não “terceirização” como chamam. Sou funcionária pública da saúde há 22 anos. Em março, eu e várias funcionários fomos obrigados a sair do ambulatório onde trabalhá-vamos, porque o ambulatório passou a ser administrado por uma empresa particular: ” Hospital Albert Ainsten. As 5 Unidades de Saúde pública aqui das redondezas onde moro, são todas administradas pelo A. Ainsten. Não tem um funcionário público. Em fim, o governo vende o que não é dele. A educação no Brasil é uma das piores. A justiça é lenta e muitas vezes falha. Agora tem o outro lado: o povo. Somos tudo que você falou. Obrigada. Mas eu, particularmente, digo: Grande parte da população brasileira, acho que a maioria gosta muito de carnaval e futebol. Eu também gosto. Mas, sem exageros. Estas pessoas não participam da vida política e econômica do Brasil, tornando-se pessoas ” alienadas”. Não estou generalizando. Grande parte da população brasileira é alienada, acomodada, medrosa ( tem medo de denunciar coisas erradas , medo de lutar pelos seus direitos), não sabe votar. Recebem dinheiro para trabalhar para reeleger político corrupto e depois falam que todos os políticos são corruptos. Concluindo: Os governantes estão vendendo o Brasil e a maioria do povo está deixando.
    Abraços

    • Justin says:

      Ola Conceição, Desculpe a demora para responder. queria pensar bem o assunto, assistir o video, e a minha resposta. aprendi muito, e fiquei triste de saber que tudo isso vem acontecendo. nao sou ingênuo sobre a situação aqui com amazonias, e claro que também a educução (que é a base de qualquer povo e capacita o pais para uma resposta conscientizado). Obrigado por responder e por me ensinar. Abraço.

      Justin

  • Justin says:

    Obrigado, Deh! Que bom que você gostou. Se voce ainda nao entrou na nossa comunidade internacional de ingles, entre aqui– https://www.facebook.com/groups/reallifeenglish/

  • Obrigado pela sua resposta, Amanda. Amo o seu pais, e gosto muito de morar aqui. Junte-se com a nossa comunidade internacional no Facebook! http://www.facebook.com/groups/reallifeenglish/?ref=notif&notif_t=group_r2j

  • Erika Gouvea says:

    é bom saber que nem todos tem esse pensamento sobre o Brasil e que isso é só questao de ignorancia the parte de algumas pessoas.

  • Erika Gouvea says:

    é bom saber que nem todos tem esse pensamento sobre o Brasil e que isso é só questao de ignorancia de algumas pessoas.

  • Indianara says:

    Não se esqueça que temos uma das melhores seleções de vôlei masculino e feminino do mundo também.. Rsrsrsrs

  • Justin says:

    Eu concordo totalmente! Isso foi o objetivo do texto. Queria mostrar que o brasil é bem mais do que os estereotipos. Também queria mostrar que o mundo tem uma imagem bastante positiva do Brasil.

  • Justin says:

    Com certeza. Você tem razão. Você leio o todo o artigo ou só o começo? Leia o final!

  • bianca says:

    Por isso que eu amo o Brasil! Terra abencoada 🙂

  • Cris Jean says:

    Morei fora mais de 30 anos e voltei por razões humanitarias. Pretendo sair daqui novamente, em breve… Mas, tenho uma unica coisa a acrescentar, sem generalizar. Os proprios brasileiros destroem a imagem do Brasil la fora. Muitos, aventureiros, arrogantes, desonestos, mentirosos, furam o olho do outro brasileiro, sem citar outras coisas mais. Quando estou fora prefiro dizer que sou descendente de italianos pois as vezes tenho muita vergonha de ser brasileira. Sou professora de linguas, tradutora-interprete,… tenho 3 diplomas universitarios no exterior. Noto que no Brasil se nivela por baixo, ninguém quer dar o real valor ao cidadao mais estudado, que se destaca aqui ou se destacou no exterior. É preciso fazer vista grossa a tudo isso e a muito mais… Temos um pais fisico maravilhoso… mas falta cultura e mais lealdade e solidariedade entre os proprios brasileiros.

  • Josias says:

    O artigo escrito pelo Justin é interessante e mostra o quanto a imagem do Brazil espalhada pelo mundo é simplista, não deveria, porque o Brasil é um país continental e possui uma população razoavelmente grande,
    logo, a sociedade é bastante complexa em todos os sentidos quer seja culturalmente quer seja socialmente ou
    economicamente, países como China e Índia por exemplo possuem populações mais homogêneas racialmente, embora sejam países muito antigos, o Brasil é o lugar do mundo onde mais se misturou as raças e onde se encontra pessoas de todos biotipos (negros, asiáticos, europeus, índios,árabes entre outros) , então qualquer pessoa com conhecimento mediano de geografia e história saberia o quanto complexo é falar do Brasil, porque existem estados como São Paulo que representa 1/3 da economia do país que é a sexta do mundo, como estados como o Acre que diz a lenda que foi trocado por um cavalo com a Bolívia.

  • Caroline Wortmeyer says:

    I love speak English, but I'm just starting and always that I try speak English with my teacher of English , I feel ashamed , I get afraid, because her tell me I speak very well and that I write well too, So I am afraid of err, because her lived in USA and speak very well!
    I hope that you can help me, help myself the best my pronunciation.

  • Rayssa says:

    Não sabia que Justin morava em BH até eu ler “Uai” no texto hahaha

  • Rayssa says:

    A propósito Justin, irei te corrigir haha
    notei que em determinadas partes do texto você escrevia ” eu FIQUE” , ao invés de “eu FIQUEI”
    Mas fiquei impressionada por você ser Estadunidense e ter uma base de português tão boa, gramática e articulação das palavras perfeitas!
    🙂

  • Cibele Santos says:

    Li seu texto e gostei.Em relação a ignorância ou, “processo de aprendizagem”como mencionou em relação aos seus compatriotas,acho que talvez este problema poderia ser resolvido com a educação. Por ser um país tão poderoso como o seu, por que os jovens não aprendem nas escolas sobre os países,especialmente o Brasil, e se deixam levar pela mídia, absorvendo os velhos e conhecidos estereótipos? não concordo quando dizem que o preconceito está na cabeça dos brasileiros… não irei generalizar, mas existem americanos que não gostam de brasileiros,dificultam a retirada do visto para visitar o país e muitos são racistas,mesmo tendo o primeiro presidente negro da história dos EUA. Além disso, existe o preconceito com as mulheres brasileiras, vistas pelo mundo como prostitutas e estrangeiros de várias partes do mundo vindo para cá com o objetivo de realizar o turismo sexual, com crianças e adolescentes no Rio de Janeiro e algumas cidades do nordeste brasileiro.Como muitos já disseram em seus comentários, o Brasil não se resume a carnaval e futebol, somos um povo digno meu país é lindo tenho orgulho de ser brasileira.Obrigada.

  • Geovana says:

    Sou brasileira e sou fã de carteirinha do Brasil; E além do mais sou a tipica brasileira gosto de samba, grito em todos os jogos “principalmente Brasil X Argentina kkk”, amo caipirinha!! O Brasil é um lugar muito acolhedor e apesar da parte ‘BARRA PESADA’ é um lugar otimo para se viver e criar uma familia!!

    • Justin says:

      Que bom que gostou do texto! E também que gosta caiparinha, samba, e futebol. Eu tenho orgulho de viver neste pais maravilhoso. Obrigado pelo comentário.

  • Webautos Maceio says:

    Daniela Nogueira bem depende quanto tempo voce esteve la e o local, se voce foi para university or college la nao havera racismo, mas se voce comecar no high – school ai sim

  • Isabella Harrison says:

    Oi.. adorei o que vc postou.. é a pura verdade… eu gostaria de conhecer os eua.. e tbm muito mais do Brasil antes de tudo isso…. sou do Paraná.. mas gostaria de conhecer mais o nordeste brasileiro.. fugindo de estereótipos..

    • Justin says:

      Que legal que você gostou. O Brasil tem muito coisa legal para conhecer, os lugares tanto quanto a cultura e as pessoas. Estados Unidos é legal também e vale a pena conhecer alem dos estereotipos. Obrigado por ler.

  • Paul Vince says:

    Meu irmão porque não vem morar no Rio se é tão bom, Bonito do Rio é só oque gringo vê bera de praia o Rio de Janeiro em sim é um lugar feio onde pobres são discriminados e sofre uma intensa repressão da policia todos os dias, falo isso porque morei muito tempo na periferia do Rio, se for procurar emprego jamais fale que mora no morro, e quiser uma boa educação jamais fale que você more no morro, Rio de Janeiro é uma maravilha na véspera e carnaval, mas vem morar aqui meu irmão isso aqui não é vida e sim briga de cão e gato o mais forte sobrevive.

    • Patriota says:

      Não é para generalizar o país por causa de alguns problemas, locais, como os que existem no Rio xará! Ele, este Justin, fez o mesmo que um certo frances, relatou quando em longa viagem por aqui. Aqui tem problemas, sim, de fato os tem, inclusive na cidade maravilhosa, ou ex-cidade maravilhosa. Mas ressaltou também as boas qualidades de nossa gente e nosso país. E como ele mesmo disse, não pense que na Europa não há escandalos, porque há, só que são mais velados. Legal, Justin! Mas eu, gostaria mesmo é de ter tido um macaco quando criança para brincar, kkkk. Mas tive um cão como muitos outros meninos brasileiros ou americanos.

    • Ludo says:

      O problema do Rio é esse mesmo: justamente os favelados que, em maioria, vivem assaltando os outros cariocas e os turistas. O problema maior do Brasil é ser a casa da Dona Joana, onde a situação piorou, e muito, com a ajuda da Globo, da Record, Silas e turminha e PT e partidos similares, aliás, é um partido apoiado pelas emissoras. Uma das poucas emissoras que está de parabéns nesse sentido é o SBT.

  • Eu pratiquei capoeira e jogo futebol (embora não seja muito fã).. mas eu NÃO SUPORTO samba, pagode, sertanejo, forró, MPB, e qualquer merda de música brasileira. Eu poço aceitar de boa qualquer estereótipo, menos os q tem relação com música e festas, pois eu também odeio carnaval e essas festas q incentivam a pornografia.
    Eu curto Rock, gosto de roda punk, e não gosto qualquer música q não tenha haver com isso. Conheço muitos outros brasileiros q pensam assim também, afinal, a comunidade rockeira do Brasil e a maior da América latina.

    • Ludo says:

      Tem muito rock brasileiro bom, principalmente Astronautas, Autoramas, Lira, Scalene e Trem do Capeta (que nesse caso é rock com letra safada). Também odeio pagode e sou fã mesmo de Rock, mas tem um detalhe: do jeito que você fala, parece que tudo que é produzido aqui é igual funk carioca e pagode, mas não. Você pode até não gostar de MPB, mas tem muita coisa boa ali sim. Milhares de canções. Brasil tem chorinho lindo. A Bossa Nova então? Perfeita!

  • Artigo fantástico, todos os brasileiros deveriam ler !!!! Parar com essa síndrome de viralatas !!!! Nós somos tão bons, como qualquer povo !

    • Justin says:

      Obrigado por ler e comentar, Antonia! O brasil é tão bom como qualquer povo mesmo!

  • Todos os brasileiros devem ler !

  • Gostei do texto e da sua visão, realmente tudo tem um lado bom e outro ruim. Mas já faz tempo que eu só tenho ligado pro lado ruim do Brasil! hahaha

    • Justin says:

      Obrigado por ler e comentar!

  • Justin says:

    Obrigado!

  • Deyse says:

    É tudo verdade sobre o Brasil. E o português está very good

  • Deyse says:

    É tudo verdade sobre o Brasil. E o português está very good

  • Natayane Azevedo says:

    Muito bacana seu Post…
    Tinha uma ideia péssima sobre o que os estrangeiros achavam do Brasil!

  • Natayane Azevedo says:

    Muito bacana seu Post…
    Tinha uma ideia péssima sobre o que os estrangeiros achavam do Brasil!

  • Paty Maravy says:

    Parabéns, Justin.
    Gostaria de fazer parte de seu blog

  • Justin says:

    Hey Arthur, Obrigado pela resposta. é Claro que o Brasil é muito mais do que os preconceitos! Eu concordo 100% sobre a boa vontade da grande maioria! Valeu pelo comentario.

  • Patriota says:

    Não é para generalizar o país por causa de alguns problemas, locais, como os que existem no Rio xará! Ele, este Justin, fez o mesmo que um certo frances, relatou quando em longa viagem por aqui. Aqui tem problemas, sim, de fato os tem, inclusive na cidade maravilhosa, ou ex-cidade maravilhosa. Mas ressaltou também as boas qualidades de nossa gente e nosso país. E como ele mesmo disse, não pense que na Europa não há escandalos, porque há, só que são mais velados. Legal, Justin! Mas eu, gostaria mesmo é de ter tido um macaco quando criança para brincar, kkkk. Mas tive um cão como muitos outros meninos brasileiros ou americanos.

  • Patriota says:

    Agradeço as palavras, jovem americano. Realmente, estamos tão frustrados, e cheios de lástimas em decorrencia aos governos que tem surgido neste país que nos enche de vergonha. Mas suas palavras, nos dão alegria e motivação para saber que muita coisa poderá vir a ser diferente algum dia. E como já disse respondendo um comentário de um carioca, revoltado com o Rio, e ele deve ter seus motivos. O que mais gostei foi de saber que poderia ter tido um macaco para brincar, quando como a maioria dos brasileiros, jamais tive um, apenas um cão, kkkkk.

  • Patriota says:

    Agradeço as palavras, jovem americano. Realmente, estamos tão frustrados, e cheios de lástimas em decorrencia aos governos que tem surgido neste país que nos enche de vergonha. Mas suas palavras, nos dão alegria e motivação para saber que muita coisa poderá vir a ser diferente algum dia. E como já disse respondendo um comentário de um carioca, revoltado com o Rio, e ele deve ter seus motivos. O que mais gostei foi de saber que poderia ter tido um macaco para brincar, quando como a maioria dos brasileiros, jamais tive um, apenas um cão, kkkkk.

  • benjamin 0423 says:

    Eu sou brasileiro mas eu não gosto de bebidas(até porque eu sou menor de idade),samba,futebol,funk e outras coisas

  • benjamin 0423 says:

    Eu sou brasileiro mas eu não gosto de bebidas(até porque eu sou menor de idade),samba,futebol,funk e outras coisas

  • Você falou com sabedoria.valeu!.

  • Antonio says:

    Eu concordo muito com uma comentarista Cris Jean, morei vinte e seis anos no exterior, ainda bem que sou mais JP doque brasileiros, consegui disfarçar muito, eu gosto dos povos brasileiros, e sou um deles também, mas a cultura no Brasil e vergonhoso!!!!!!!