Skip to content

Aprenda Inglês com Grupos de Rap: Jurassic 5

Seu inglês está precisando de um pouco mais de ritmo e fluência? Você se sente inseguro com relação à sua pronúncia? A solução pode ser o aprendizado do inglês através do Rap. A banda Jurassic 5 pode te provar que aprender inglês com música consegue tornar sua jornada de aprendizado muito mais divertida e sua pronúncia do inglês muito melhor!

leia a tradução do texto em inglês / RLE International Community

Desde que fui ao show da J5 (Jurassic 5) em Perth, minha cidade natal, virei um grande fã da banda. Caso você já seja fã ou este é o seu primeiro contato com eles, percebam que, ao ouvi-los, você vai aprender várias palavras legais escutando nem que seja só uma de suas canções.

Este artigo vai abordar alguns tópicos da aprendizagem do inglês, tais como:

  1. Os verbos preposicionados* – phrasal verbs– com base em títulos de algumas das canções.
  2. Rapocabulário, O vocabulário do Rap relacionado à cultura do Rap.
  3. Vai levar você a conhecer de que forma a J5 conectou-se à cultura Brasileira através da música.

*NTD: Os phrasal verbs são verbos presentes na língua inglesa e que, geralmente, não podem ser traduzidos literalmente para o português ou para qualquer outro idioma. São formados por um verbo + uma preposição, advérbio ou uma palavra. Dessa forma, eles serão tratados neste artigo usando seu nome em inglês, sem tradução.

Antes de tudo, farei um breve resumo sobre o grupo.

 Sobre a Jurassic 5

A banda californiana, formada em 1993, é composta pelos rappers Charles Stewart (Chali 2na), Dante Givens (Akil), Courtenay Henderson (Zaakir), Marc Stuart (Mark 7even), Dick Jockeys Potsic (DJ Nu-Mark) e Lucas Macfadden (Cut Chemist). O grupo lançou quatro álbuns de sucesso antes da banda se separar, em 2007, devido a divergências entre membros do grupo.

O gênero musical da J5 é descrito como sendo um mix único entre música alternativa, Hip Hop e até mesmo ritmos brasileiros integrados. Já fizeram cover de Vinícius de Moraes e colaboraram com o músico Marcelo D2.

 PHRASAL VERBS COMUNS COM J5


“End up
like this”

O phrasal verbend up”, como coloca o título da música acima, significar resultar em/acabar. Por exemplo, “What did you end up doing last night?” (O que você acabou fazendo ontem à noite?). Significa basicamente o resultado de algo ou de alguma ação.

Nessa música, a banda está cantando sobre como suas vidas mudaram negativamente com relação a quando eram crianças. Como você poderá perceber na maioria das letras de rap e hip hop, os erros gramaticais e de pronúncia são feitos intencionalmente. Para um rapper este é o estilo normal de conversar, da mesma forma que, na música, tal estilo adiciona ritmo e identidade.

Hey, yo, the vision that I’m seein’ ain’t the same no more
We used to tell the girls we love ’em, now we calling ’em whores
Summers of the past was a blast when we cooked out
But now we grab the phone, sit alone and order take out

[media url=”http://www.youtube.com/watch?v=qBI3llITqiY&feature=player_embedded” width=”600″ height=”400″]

Rapocabulário
Yo– Usado para chamar a atenção de alguém. Também pode ser usado para substituir o Hello (Oi/Olá!).
Seein– Nota-se que o “g” não é pronunciado em palavras que terminam com “ing”.
Ain’t– Uma alternativa ao I’m not/He isn’t (Eu não sou/ Ele não é).  Usado com frequência na cultura pop estadunidense.
‘em– Significa “Them”. É comum abreviarem palavras.
Whores– Prostitutas.
A blast– Se divertir.
Cooked out– Tradição comum dos Estados Unidos de fazer um churrasco ao ar livre.

“Get it together”
“To get something together” é usado quando se quer dar um conselho a alguém para que esta pessoa mude algo em relação à sua vida ou a alguma situação em que está passando. No português, uma frase similar seria “dar um jeito na sua vida”.

Por exemplo: se alguém vai ao trabalho sempre de ressaca, você poderia dizer à pessoa: “Hey man, you gotta get it together” –“Cara, você tem que dar um jeito na sua vida.”

Nessa música, a banda está falando sobre como eles tentam “dar um jeito” nas suas vidas e nos problemas do dia-a-dia.

Yeah, I’m tryin’ to get it right, live my life right
I want the things that come with the fast life
but I don’t wanna lose my soul, right? pay with my life
I just wanna rock ice with my fresh nikes (yeah, yeah)
cuz the girls at the school think I dress nice. (yeah)
The real thug niggaz cool with a nigga, right?

[media url=”http://www.youtube.com/watch?v=etB74LwLPvI&feature=player_embedded” width=”600″ height=”400″]

Rapocabulário
Get my life right
– “Ajeitar” a vida.
Fast life– Uma vida de festas e diversão.
Wanna– Abreviação para “Want to” – Querer.
Fresh nikes– Novos tênis da Nike.
Cuz– Abreviação de “Because” – Porque.
Dress nice– Se vestir com roupas de marca.
Thug– Geralmente refere-se a um criminoso que você contrata para fazer o trabalho sujo.
Niggaz– Gíria ofensiva para “negro”.

“Work it out”
“Work it out” significa resolver um problema. Por exemplo: “I worked it out” significa que você encontrou a solução para aquele problema – “Eu resolvi.”

Não confunda a phrasal verb acima com “work out”. A segunda significa exercitar-se fisicamente ou, mais comumente, malhar.

O refrão dessa música é cantado por Dave Mathews, outro músico excelente, para aqueles que ainda não ouviram falar dele. A julgar pelo refrão, considerando que cada verso conta uma história diferente, esta música expressa o sentimento de que todos deveríamos sonhar e não nos preocupar com as consequências. Quando os problemas aparecerem, podemos “resolvê-los”.

Vamos das uma olhada no primeiro verso, em que Marc 7even nos ensina que até mesmo rappers durões podem ser românticos:

We live and we learn, we crash and we burn
Right now my only rhyme is this lesson I learned
You talk about trust, I talk about lust 
Its not appealin as you truly speak your feelings
I be lookin at the ceiling, so concealing
I shoulda put my heart on the table
Knowin I was good and able but instead I fed your fables
If I could have you back best believe it’d be forever
Cause each and every day you would hear those four letters

[media url=”http://www.youtube.com/watch?v=kUw9Ej5VLnM&feature=player_embedded” width=”600″ height=”400″]

Rapocabulário
Crash and burn– Falhar vergonhosamente.
Lust– Um desejo intenso, neste caso por sexo.
Appealin– Desejável. Note que não há o “g” no final.
Shoulda– Abreviação de “I should have” – Eu deveria ter.
Fed you fables– Contar mentiras. Fables significa fábulas e fed é o verbo to feed, “alimentar”, conjugado no passado.
Those four letters– “Aquelas quatro palavras”. Ele está se referindo à palavra Love/Amor.

“How we get along”
Esta música é uma amostra da voz de um com algumas batidas por cima. Foi usada como introdução para um dos álbuns da banda. Eu costumava gostar de ouvir a essa música no início do dia unicamente devido às boas vibrações que ela possui.

“Get along” pode ter dois significados. No título desta música, a expressão significa “a maneira como nós interagimos com outras pessoas, como nos comunicamos, e como coexistimos uns com os outros”.

“Do you get along with your neighbors?” “Yes, we get along just fine.” “Você se dá bem com seus vizinhos?” “Sim, nos damos muito bem.”

Outra forma de usar get along é para expressar como lidar com certa situação, por exemplo:
“How did you get along at the job interview?” – “Como você lidou com/como você se saiu a entrevista de emprego?”. Essa frase seria muito similar à: “How did you go? Or how are things going?” – “Como você se saiu? Ou Como estão as coisas?”
“I’m getting along really well in my new house.” – “Estou muito bem adaptado na minha casa nova.”

What we’re about to do, and to show you
 how we get along.
We get along with eye contact.
We also get along by listening to one another.
Not only that, but we also get along because of rhythms
That we’ve learned during the course of the years.
But above all, there is harmony.
Because we got to listen to one another.
It’s all about feeling good; it’s a positive attitude
To make it work.
And what we’re about to show you today
Is FIVE different versions
Of feeling good.
Yeah.

[media url=”http://www.youtube.com/watch?v=zbm-9AmxlRk&feature=player_embedded” width=”600″ height=”400″]

Rapocabulário
About to do
– Dizemos isso quando estamos nos referindo à próxima coisa que iremos fazer. Exemplo: “I’m about to go to sleep.” – “Estou prestes a dormir.”
One another– Um ao outro.
Above all– Acima de tudo.
Make it work– Dar um jeito.

Relações com o Brasil
Em uma entrevista que li recentemente, alguns dos membros do grupo apontaram que, antes da banda acabar, eles estavam ouvindo muito músicas brasileiras, especialmente Bossa Nova. No álbum “Feedback” eles remixaram uma música de Vinícius de Moraes chamada “Canto de Ossanha”.

[media url=”http://www.youtube.com/watch?v=zn8Et6AbDgY&feature=player_embedded” width=”600″ height=”400″]

Outra forma que a J5 encontrou para colaborar com o rap brasileiros teve a participação de dois membros da banda, Charlie 2na e Cut Chemist. Em 2006, Charlie 2na se encontrou com o rapper brasileiro Marcelo D2 e eles fizeram um duo de rap chamado “What I got”. A música só foi lançada no álbum do D2 “Meu Samba é Assim”. Dê uma olhada na música e na letra abaixo.

[media url=”http://www.youtube.com/watch?v=IJxwDUTzRt4&feature=player_embedded” width=”600″ height=”400″]

Conclusão

Você sendo fã ou não de hip hop, como um estudante de inglês eu acredito que a música rap pode ser muito benéfica dentro do seu processo de aprendizagem. Da mesma forma que discuti em meu artigo anterior “Learn English with Rhythm and Flow”, a beleza do rap é que a pronúncia das letras é mais parecida com a língua inglesa falada do que qualquer outro estilo.

Tenho certeza de que vocês todos curtiram as músicas que ouvimos nesse artigo! Espero que vocês tenham se tornado fãs de Jurassic 5. Se você ouvir qualquer outra música da J5, e há muitas outras, adoraríamos que você as postasse na comunidade do Real Life English no Facebook!

 

  • Hugo Martins says:

    oH yeah! one of the most helpful posts ever!

  • >