Participe do Sorteio de um Intercâmbio no Real Life English e concorra a um curso de inglês gratuito por quatro semanas! A escola é a premiada Royal Canadian Institute of International Studies em Toronto, no Canadá! O sorteio é gratuito e só requer que você siga três passos. 

leia este texto em inglês  |  Entre na Real Life English Community

SOBRE A ESCOLA: RCIIS   

A Royal Canadian Institute of International Studies é uma escola de inglês de alta qualidade localizada em Toronto, no Canadá, com várias opções interessantes de curso. A RCIIS possui uma equipe de professores muito qualificada, podendo oferecer uma vasta gama de programas para todos os níveis. Os programas abordam os temas de redução de sotaque, aulas de domínio de conversação, habilidades na escrita e ao falar ao telefone, bem como estágios de negocio e comunicação específica para o mundo dos negócios.  Pode ler mais sobre RCIIS num texto recente de Real Life English aqui.

PARA SABER MAIS SOBRE PROMOÇÕES ESPECIAIS PARA OS NOSSOS LEITORES: [email protected]

INSTRUÇÕES PARA PARTICIPAR DO SORTEIO

(1) CURTA ESTA PÁGINA E A PÁGINA DO REAL LIFE ENGLISH NO FACEBOOK

(2) COMENTE uma frase (ABAIXO NESTA PÁGINA) e diga-nos o motivo pelo qual você merece este intercâmbio. *Pode ser em português ou em inglês

(3) COMPARTILHE esta página NO SEU MURAL DE FACEBOOKMARQUE dois dos seus amigos nos comentários abaixo

*Os ganhadores serão selecionados na segunda-feira, dia 10 de dezembro. *Para participar, seu comentário deve aparecer na sua página do Facebook. *A bolsa não inclui transporte ou acomodação. * Esta bolsa é intrasferível*

O BLOG DE INTERCÂMBIO DO REAL LIFE ENGLISH:

O Blog de Intercâmbio do Real Life English objetiva guiar estudantes em suas aventuras como intercambista, bem como em seu processo de aprendizado, fornecendo informações e conselhos de pessoas que já passaram por essa experiência. Compartilhamos informações de alta qualidade não só para a sua experiência como aluno, mas também para as demais fases desta jornada. Estamos com você desde a hora em que você começa a programar uma temporada de estudos fora até o processo de planejamento e seleção. Ajudamos até mesmo no momento pós-intercâmbio, que consiste no choque de voltar para casa e continuar trabalhando no inglês para que a fluência permaneça.

Algumas perguntas que sempre abordamos:

  • Qual é o melhor momento para fazer um intercâmbio?
  • Como maximizar a experiência de estar em outro país aprendendo inglês?
  • O que eu devo evitar quando estiver fora?
  • Como desenvolver seu inglês ao voltar para seu país de origem.

Se você se interessou pelo nosso trabalho, assine a nossa lista de e-mails para receber nossas notificações. Você também ganhará uma cópia do nosso popular e-book, 101 English Words You’ll Never Learn in School E/OU dê uma olhada em mais artigos do Real Life English abaixo:

  • POST HERE!

    • Rizia Ferreira says:

      As coisas podem ser melhores e eu posso fazer a diferença

  • Regina Goulart says:

    Porque quero trocar o *Pode ser em português ou em inglês* por English only.

  • Amanda Mayara de Lima says:

    Realizar o sonho de conhecer esse lindo país simbolizado pela “maple leaf”, praticar tudo que aprendo com o Real Life English, interagir com uma nova cultura compartilhando e adquirindo conhecimentos, visitar a famosa CN Tower e aventurar-se nas alturas na “edge walk” são bons motivos para uma intercambista como eu, ganhar essa maravilhosa viagem!

  • João Pauloo says:

    Eu mereço ganhar a bolsa pois estou a um bom tempo me esforçando para aprender inglês e tenho carinho especial pelo Canadá.

  • Pedro Henrique says:

    Roses are red,
    violets are blue,
    Real-Life-English community is awesome,
    study abroad in Canada with you guys help,
    I’m sure I can do.

  • Filipe Resende says:

    I want go!!

  • Viviane Ayres says:

    “Real life” making dreams come true…
    Long time dreaming of going to Canada… hope I win this trip!

  • CAroline Ayres says:

    Incrível a possibilidade de realizar um sonho, através da Real Life English, com a bolsa de estudos no Canadaaaa!!! Toronto, ai vou euuuuu!!!!!!!!!!!!!!

  • Leandro Te says:

    Por que eu simplesmente estou fazendo as aulas de ingles minha vida e essa oportunidade irá me dar mais folego para viver…

  • Leandro says:

    Por que eu simplesmente estou fazendo as aulas de ingles minha vida e essa oportunidade irá me dar mais folego para viver…

  • Leandro Te says:

    Por que eu simplesmente estou fazendo as aulas de ingles minha vida e essa oportunidade irá me dar mais folego para viver… Lucas Si & Jader Monteiro.

  • Izadora Cabral says:

    A minha vida está em torno the língua inglesa e como universitária escolhi entrar nessa de cabeça e não fazer disso um hobby; o intercâmbio seria a forma mais incrível de captar o inglês e toda a cultura desse país incrível que é o Canadá e agora graças ao Real Life English o intercâmbio não seria um sonho mas sim uma meta! Washington Silva Jocellino Jackson.

  • Izadora Cabral says:

    O intercâmbio seria a forma mais incrível de captar o inglês e toda a cultura desse país incrível que é o Canadá e agora graças ao Real Life English o intercâmbio não seria um sonho mas sim uma meta! Washington Silva Jocellino Jackson.

    • Izadora Cabral says:

      Washington Silva olha

  • lucas says:

    Não tem ninguém que não mereça uma ótima oportunidade como essa, porem de todos só pode ter um ganhador, que pode ser Eu 🙂

    Obs. Substitua “pode” por [Sou]. Obrigado Real Life BH

  • Lucas Si says:

    Não tem ninguém que não mereça uma ótima oportunidade como essa, porem de todos só pode ter um ganhador, que pode ser Eu 🙂

    Obs. Substitua "pode" por [Sou]. Obrigado Real Life English.
    Reinaldo Simões Fernando Henrique.

  • Júlio Santos says:

    Sem dúvidas muitas pessoas merecem essa viagem, incluse Jarrilson Alves & Diego Gomes, no entanto, eu gostaria, mais do que nunca, de estar sendo mercedor dessa viagem, haja vista o grande esforço que tenho realizado para aperfeiçoar minhas habilidades, enquanto futuro professor de inglês.

  • Natielle Brant says:

    Because everyday I feel like I was born in the wrong place and since I came back from Canada, the only thing I can think of is when I'm going back to the place I belong.

    • Diego Miranda says:

      mora lá mesmo, e me chama pra te visitar que canadá é MARA!

  • Alex says:

    eu mereço porque adoraria fazer um curso de qualidade e estar falando ingles fluentemente na copa de 2014.
    tenho fé que vou conseguir….

  • Clayton says:

    Because it´s a excellent opportunity for living the english language all time, and know the culture of Toronto.

  • Because it´s a excellent opportunity for living the english language all time, and know the culture of Toronto.

  • Maíra Nowicki Varela says:

    Devo ganhar porque quero realmente ganhar e ter a grande oportunidade de ter uma “real life” no aprendizado do inglês! Luana Varela e Ana Paula

  • Maíra Rocha says:

    Devo ganhar porque quero realmente ganhar e ter a grande oportunidade de ter uma “real life” no aprendizado do inglês. Luana Varela e Luana Moreira da Cunha.

  • Maíra Rocha says:

    O intercâmbio é uma grande oportunidade de ter uma "real life" no aprendizado do inglês. Luana Varela e Luana Moreira da Cunha.

  • Tenho uma enorme vontade de estudar inglês fora do Brasil e essa é uma excelente oportunidade.

  • Preciso fazer um intercâmbio para acelerar meu aprendizado em inglês, pretendo fazer mestrado no próximo ano e o inglês será essencial.

  • Já fiz uma viagem ao exterior e vi como ter o domínio do Inglês é importante. O intercâmbio será uma forma de tornar mais rápido o meu desejo de ter o domínio dessa língua, para me acrescentar tanto na vida pessoal como na profissional, o que hoje em dia é essencial para qualquer profissão.

  • Dark Aquino says:

    I had a dream… 🙂 I was traveling with my big sisters Beatriz and Saila , we were learning English and having a different experience in Canada, then I woke up and saw this opportunity, it's something I really want, and I know it will open a vision of a new language and life in another country, especially Canada, the best place to exchange with the reception of the people and school education, so I can go back to Brazil with new perspectives.

  • Flavia Melo says:

    O intercambio é uma forma especatular para praticar intensamente e encantar-se com um mundo a descobrir. Saber inglês abre as portas! Eu mereço demais e quero viver tudo isso.

    • Meu amor, você não vai agüentar morar la fora! La fora não tem pão de queijo. Rsrs

  • Louise Vieira says:

    Because learning english and traveling will never be enough!

  • Anita Magali Ferreira Marina Martins.

  • Leo JC says:

    Because this is a unique opportunity for me to miss it, not only as a forever learner but also as an English teacher. I’d love to practice both English & a abit of French 🙂

  • Daniel Maiochi says:

    Well, winning this kind of prize, for me, at least, would be awesome!!!! Good luck to everyone! Somebody will be extremely happy when the day comes!

  • I look forward to win a free 4 week English Exchange Course at the award winning English School, Royal Canadian Institute of International Studies in Toronto, Canada.

  • Eu mereço ganhar esse sorteio porque eu fui um bom aluno e professor de inglês nesse ano… então, esse é o meu pedido para o Papai Noel the Real Life.

  • It's the best chance I've ever had to improve my english in the Real Life and speak language by language, not by grammar.

  • Geruza Cristina da Silva says:

    Todos merecem está grande chance, inclusive eu! Boa sorte a todos! Obrigada

  • Fernanda Moura says:

    Percebi que ao contrário do que muitas pessoas pensam, para aprender a falar um idioma novo é necessário que aprendamos a escutar.

    Após um ano de contato mais intenso com estrangeiros, desde o primeiro evento do Real Life, percebi que as pessoas mais interessantes que conheci eram as pessoas mais dispostas a escutar e também as mais flexíveis, que não me julgavam quando eu falava errado inglês (o que não significa que não me corrigiam). E essas pessoas eram as mais flexíveis porque tinham aprendido a ver o mundo para além de suas perspectivas, e o fato de terem tido contato com outras culturas ajudou nesse processo de descolamento de seus próprios conceitos. Situação que as auxiliou a serem seres humanos mais plenos, mais compreensivos e pacientes com o processo dos outros.

    Porque, de fato, aprender um idioma que não o nosso nativo, quando já somos adultos, com todo o acúmulo de história educacional e social que temos requer muita coragem, porque é necessário abertura para nossos medos: de errar, de ser ridículo, de ser corrigido, de passar vergonha, de parecer ineficiente…

    E ao mesmo tempo representa um momento de desenvolvimento de nossas qualidades pessoais, porque é necessário que tenhamos paciência com o nosso processo de aprendizagem e confiança em nós mesmos, e nos outros, com quem falamos. Porque se o nosso interlocutor não estiver disposto a nos ouvir começaremos a sentir insegurança, mas isso não advirá do nosso inglês, e sim the falta de uma comunicação verdadeira, de bloqueios de certa natureza que acumulamos ao longo dos anos, e é justamente esse acúmulo que nos impede de nos tornarmos flexíveis. Qualidade que é essencial quando nos engajamos em qualquer projeto.

    Para mim, portanto, o mais importante foi descobrir que precisava me esvaziar primeiro das minhas preconcepções, antes de pretender aprender algo novo.

    Dessa forma, gostaria de ganhar a bolsa the Royal Canadian Institute of International Studies em Toronto, no Canadá para ter a chance de escutar outra cultura, sentir seus sabores e valores, e mergulhar em novas interações.

    Letícia Gomes e Fabiana Trindade!

  • Fernanda Moura says:

    Percebi que ao contrário do que muitas pessoas pensam, para aprender a falar um idioma novo é necessário que aprendamos a escutar.
    Após um ano de contato mais intenso com estrangeiros, desde o primeiro evento do Real Life, percebi que as pessoas mais interessantes que conheci eram as pessoas mais dispostas a escutar e também as mais flexíveis, que não me julgavam quando eu falava errado inglês (o que não significa que não me corrigiam). E essas pessoas eram as mais flexíveis porque tinham aprendido a ver o mundo para além de suas perspectivas, e o fato de terem tido contato com outras culturas ajudou nesse processo de descolamento de seus próprios conceitos. Situação que as auxiliou a serem seres humanos mais plenos, mais compreensivos e pacientes com o processo dos outros. Porque de fato para aprender um idioma que não o nosso nativo, quando já somos adultos, com todo o acúmulo de história educacional e social que temos requer muita coragem, porque é necessário abertura para nossos medos: de errar, de ser ridículo, de ser corrigido, de passar vergonha, de parecer ineficiente… E ao mesmo tempo representa um momento de desenvolvimento de nossas qualidades pessoais, porque é necessário que tenhamos paciência com o nosso processo de aprendizagem e confiança em nós mesmos, e nos outros, com quem falamos. Porque se o nosso interlocutor não estiver disposto a nos ouvir começaremos a sentir insegurança, mas isso não advirá do nosso inglês, e sim the falta de uma comunicação verdadeira, de bloqueios de certa natureza que acumulamos ao longo dos anos, e é justamente esse acúmulo que nos impede de nos tornarmos flexíveis. Qualidade que é essencial quando nos engajamos em qualquer projeto.
    Para mim, portanto, o mais importante foi descobrir que precisava me esvaziar primeiro das minhas preconcepções, antes de pretender aprender algo novo.
    Dessa forma, gostaria de ganhar a bolsa the Royal Canadian Institute of International Studies em Toronto, no Canadá para ter a chance de escutar outra cultura, sentir seus sabores e valores, e mergulhar em novas interações.
    Letícia Gomes e Fabiana Trindade!

  • Fernanda Moura says:

    Percebi que ao contrário do que muitas pessoas pensam, para aprender a falar um idioma novo é necessário que aprendamos a escutar.
    Após um ano de contato mais intenso com estrangeiros, desde o primeiro evento do Real Life, percebi que as pessoas mais interessantes que conheci eram as pessoas mais dispostas a escutar e também as mais flexíveis, que não me julgavam quando eu falava errado inglês (o que não significa que não me corrigiam). E essas pessoas eram as mais flexíveis porque tinham aprendido a ver o mundo para além de suas perspectivas, e o fato de terem tido contato com outras culturas ajudou nesse processo de descolamento de seus próprios conceitos. Situação que as auxiliou a serem seres humanos mais plenos, mais compreensivos e pacientes com o processo dos outros. Porque de fato para aprender um idioma que não o nosso nativo, quando já somos adultos, com todo o acúmulo de história educacional e social que temos requer muita coragem, porque é necessário abertura para nossos medos: de errar, de ser ridículo, de ser corrigido, de passar vergonha, de parecer ineficiente… E ao mesmo tempo representa um momento de desenvolvimento de nossas qualidades pessoais, porque é necessário que tenhamos paciência com o nosso processo de aprendizagem e confiança em nós mesmos, e nos outros, com quem falamos. Porque se o nosso interlocutor não estiver disposto a nos ouvir começaremos a sentir insegurança, mas isso não advirá do nosso inglês, e sim da falta de uma comunicação verdadeira, de bloqueios de certa natureza que acumulamos ao longo dos anos, e é justamente esse acúmulo que nos impede de nos tornarmos flexíveis. Qualidade que é essencial quando nos engajamos em qualquer projeto.
    Para mim, portanto, o mais importante foi descobrir que precisava me esvaziar primeiro das minhas preconcepções, antes de pretender aprender algo novo.
    Dessa forma, gostaria de ganhar a bolsa da Royal Canadian Institute of International Studies em Toronto, no Canadá para ter a chance de escutar outra cultura, sentir seus sabores e valores, e mergulhar em novas interações.

  • You'll gonna get it, cause you deserve it! xx

  • Gostaria muito de fazer esse intercâmbio, os meus amigos Helisafe Pinheiro e Allex Gabriel Chaves sabem muito disso, e eles também sabem que amo toronto do fundo do meu coração!

  • Olá, eu gostaria muito mesmo de ir pois amo totalmente Toronto, meu sonho sempre foi ir para lá, mas não posso por vários motivos!! Mas tenho esse desejo e confio no meu grande Deus que irei ganhar! Mas se não ganhar, sei que não foi desa vez, mas uma coisa eu sei: Não Desista dos Seus Sonhos! E isso serve de exemplo para todos nós!
    Obrigado Pela Atenção!
    Espero que Ganhe! – See more at: http://reallifebh.com/sorteio-ganhe-um-curso-de-4-semanas-em-toronto-canada#comment-21774

  • Eu mereço porque quero acordar e ver o lindo nascer do Sol em Vancouver, mergulhar no azul de apenas um dos 25000 lagos de Ontário e desfrutar dessa oportunidade única da Real Life English e, assim como a Luíza, fazer um intercambio no Canadá.

  • Arthur Dantas e Ramon Kalango