“A confiança não vem das nossas certezas, mas sim de não ter medo de estar errado.”

-Peter T. Mcintyre

Hoje vamos brincar um pouco com a ideia de confiança, a qual, na minha opinião, está no ponto de convergência entre o aprendizado de um idioma, vida e autorrealização. Esse tópico é bastante profundo e complicado, mas vamos começar com uma simples definição. Segundo um dicionário online, o significado de CONFIANÇA é:  acreditar em alguém e nos poderes e habilidades dessa pessoa; autoconfiança; segurança.

leia este texto em inglêsReal Life English International Community

CONFIANÇA NO IDIOMA E NA VIDA

Como estudantes de um idioma, a confiança é fundamental para a comunicação e é um importante catalisador do processo completo, assim como a diversão de cada passo. Como seres humanos, isso é transcendental e inclui a forma de nos comunicarmos, de percebemos as pessoas e a forma que somos percebidos por elas. Confiança é a expressão mais tangível de quem nós somos.

Isso define a forma com que nos expressamos (em qualquer idioma), e como é nosso desempenho no trabalho, como interagimos com as pessoas e o vigor com que buscamos nossos objetivos e sonhos. Se isso é um componente crucial para o sucesso na vida e na comunicação, como podemos aplicá-la ao aprendizado de um idioma?

CONFIANÇA x GRAMÁTICA NO APRENDIZADO DE UM IDIOMA

De onde vem a confiança? A gramatica tem origem da confiança ou a confiança se origina na gramatica? É como a analogia da galinha e do ovo (quem chegou primeiro, o ovo ou a galinha?)

Eu pessoalmente acho que são igualmente importantes, mas o problema na aprendizagem do inglês (e no ensino) é que as pessoas tendem a ignorar a dimensão interna mais complicado que a CONFIANÇA sugere. É onde o professor inspira, abrindo a porta para o entusiasmo das formas mais dinâmicas de aprendizagem.

Os novatos dizem para si mesmos: “Algum dia eu vou aprender gramática o suficiente para ser capaz de falar Inglês.” Por quê? Porque eles não têm a confiança para usá-la agora. Eles são inseguros. Eles aprenderam que a fluência virá do entendimento dos aspectos técnicos da linguagem, e se esquecem do elemento humano da confiança que só pode ser entendido ou desenvolvido através da coragem de abrir a sua boca e cometer erros.

Se você estiver no nível de iniciante, intermediário, avançado, a perfeição não é tão importante quanto acreditar naquilo que você é como um ser humano, e se sentir bem com o seu lugar no processo de aprendizagem de um idioma. Isso não questiona o se inglês e sim o quando você acredita em si mesmo. Como você se sente quando fala Inglês?

Para mim, como nativo no idioma Inglês, é muito mais fácil falar em inglês com alguém que não é nativo no idioma que comete muitos erros, tornando a conversa mais relaxada, confiante do que quando conversamos com alguém que tem uma gramática perfeita, mas não tem muito confiança.

CONFIANÇA TRANSCENDE & INCLUÍ O IDIOMA

Intuitivamente nós sabemos disso. Às vezes achamos que as pessoas realmente fluentes em Inglês simplesmente têm essa habilidade de aprender idiomas, mas se pararmos e observarmos, começamos a perceber que a maioria delas é formada por pessoas naturalmente confiantes. Elas têm uma confiança suprema em tudo o que fazem e simplesmente aplicaram isso no aprendizado do idioma. É claro que é mais complicado do que isso, mas a confiança pode consertar várias coisas.

Sei que o aspecto psicológico do aprendizado de um idioma é um quebra-cabeças para muitas pessoas. Quero dizer, não é fácil medir o grau de confiança. Para fazer um autodiagnostico, é preciso autoconsciência e para a maioria das pessoas, é um processo profundamente pessoal e complicado. Embora seja difícil ensinar e ainda mais difícil diagnosticar, você pode olhar para si mesmo e explorar como melhorar sua confiança, não apenas para falar e aprender um idioma de maneira mais eficaz, mas também para melhorar a sua vida.

O que você pensa sobre isso?

Se você gostou deste artigo realmente agradeceríamos um “curtir”, porque essa atitude contribui muito para sabermos acerca da receptividade da mensagem do projeto RLE . Se você ainda não é membro da Real Life English Comunidade Internacional no Facebook, dê uma olhada e considere a participação (é grátis).

Assine abaixo para receber o nosso “newsletter” mensal, o que inclui dicas exclusivas de aprendizagem, atualizações sobre os eventos e acesso constante ao nosso arquivo vasto de artigos. E por fim, ficaríamos muito agradecidos se você pudesse falar com os seus amigos sobre o Real Life English blog, caso tenha gostado. Muito obrigado!

 

  • Karla Lopes says:

    O site é muito interessante, interativo e desperta nosso interesse em aprender a língua inglesa.

  • aderei, sao boas dicas… eu tambem estou a aprender o ingles, nestes primeiros dias tudo esta dificil, mas farei o maximo para tal….

    • Justin says:

      Olá Adelino, que bom que o artigo ajudou! Siga adiante e vai ter sucesso! Obrigado por ler e comentar!

  • tais says:

    Hello. Thank you very much for this article. I really fell me more security to learn and speak. Tks a lot

    • Justin says:

      That’s awesome tais! Thanks for saying hi and I’m glad this was helpful.