Skip to content

Como realmente aprender inglês: a verdade sobre o aprendizado de línguas

Você alguma vez aprendeu alguma coisa? Quero dizer, qualquer coisa.

Você é particularmente bom em alguma coisa?

Então eu tenho uma boa notícia para você! Você pode aprender inglês.

Percebe? Todo mundo é bom em alguma coisa. E seja lá no que for que você é bom, você provavelmente não nasceu fazendo isso.

Algo que eu compreendi recentemente é que, por alguma razão, nós achamos que deveríamos aprender inglês de forma diferente do que todas as outras coisas em que somos bons.

Read this article in English

E, tão estranho quanto possa parecer, eu entendi isso outro dia quando eu tentava fazer malabares pela primeira vez.

Mas o que pode ter o malabares em comum com o aprendizado do inglês?

O que o malabares me ensinou sobre o aprendizado de línguas

Juggling and language learningAlguns novos amigos me chamaram recentemente para participar de um grupo de circo e aprender a fazer malabares. Eu nunca tinha feito malabares antes, e isso na verdade nunca me atraiu. Mas eu queria experimentar coisas novas e era uma oportunidade de conhecer pessoas.

O professor de malabares me mostrou alguns movimentos básicos: começar jogando uma bola e tentar pegar com a outra mão e então aumentar para duas bolas, e finalmente para três.

Ele me disse que o mais importante era to get the hang of [entender/se acostumar com] a técnica correta de jogar, mais do que de fato pegar a bola.

Então a melhor forma de fazer isso era continuar tentando, não importava quantas vezes as bolas caíam e eu tinha que pegá-las. Eu só tinha que continuar cometendo erros até que eu dominasse isso.

Depois de tentar um pouco, eu percebi que malabares era exatamente como aprender uma língua. De fato, eu tenho certeza de que você pode relacionar o aprendizado de praticamente qualquer coisa com o aprendizado de línguas.

Você começa com passos pequenos (no malabares, uma bola de cada vez). Você comete vários erros e, pouco a pouco, e especialmente com alguma ajuda, você certamente fica melhor.

O que isso pode ensinar sobre aprender inglês

Imagine que você quer aprender malabares. Mas você nem pensa em tocar as bolas – talvez em 6 meses ou até em alguns anos vocês estará pronto – mas ainda não.

Primeiro, você vai estudar todas as regras e técnicas. Você precisa entender exatamente como o malabares funciona. Então você assiste a vídeos de malabares, você lê sobre, você aprende como fazer todos os tipos de jogadas, mas só na teoria.

Depois que você aprendeu tudo que existe sobre malabares, então você finalmente está pronto para tocar a bola. Mas agora pense quais serão suas expectativas.

Você estudou por anos, você sabe exatamente como as técnicas deveriam funcionar e como deveriam ser as jogadas, mas você é totalmente incapaz de realizá-las.

Então você pensa “ah, é que eu não sou bom mesmo em malabares. Eu não tenho talento para isso. As outras pessoas que eu vejo fazendo malabares têm algo que eu não tenho. Eu devo desistir, porque eu nunca serei capaz de fazer isso”.

Você percebe o que aconteceu? Você ficou tão preocupado com a teoria e em ter uma técnica perfeita que quando você realmente tentou fazer malabares e não fez bem da primeira vez, você pensou que o problema era com você.

No entanto, você não pode esperar ser bom em algo que você tenta pela primeira vez. Isso é razão para você não continuar tentando?

Deixe-me dar mais dois exemplos para você entender melhor:

  1. Você quer aprender a tocar guitarra, mas você não pega no instrumento por meses. Primeiro, você aprende as notas e os acordes. Teoricamente, depois de todo esse estudo, você deveria ser capaz de tocar Stairway to Heaven, mas seus dedos não estão acostumados a fazer os acordes e eles doem!
  2. Você quer aprender a jogar futebol, então você começa assistindo como o Messi e o Ronaldinho jogam por meses e meses. Você nem pensa em sair e jogar com os amigos. Você ainda não está pronto. Você precisa saber todas as regras e ler tudo que existe sobre jogar futebol. Você acha que estará bom quando você finalmente for para o campo?

Nós poderíamos pensar em vários outros exemplos, mas a questão é que em todos esses casos, só estudar as regras não vai levá-lo muito longe. Não vai ser suficiente para levá-lo para o Real Madrid ou Barcelona FC. Ou torná-lo um mestre no malabares ou um rock star.

Aprenda inglês como você aprende qualquer coisa na qual você é bom

Learn English like footballEntão porque raios você aprende inglês assim?

Nós estamos fazendo isso errado.

A maioria de nós estuda as regras por anos, mas não consegue falar. Muitas pessoas pensam que são maus aprendizes de línguas.

Mas o problema é que quando nós só estudamos as regras, nós focamos demais em falar perfeitamente, e tememos cometer erros. Então quando nós temos a chance de falar, nós temos medo de abrir a boca e temos vergonha de cometer erros.

Assim como você não pode esperar ficar bom em malabares sem deixar cair algumas bolas (ou muitas bolas, na maioria dos casos), você não pode esperar ficar fluente em inglês sem falar e cometer muitos erros.

Algumas pessoas podem aprender mais rápido. Por exemplo, malabares é difícil para mim porque eu tenho pouca coordenação entre mãos e olhos, mas isso não é razão para não tentar. Eu prometo que se você continuar tentando, e sempre almejar corrigir seus erros, você vai melhorar.

Lembre-se de ser consistente

Se você realmente quiser, e fizer isso consistentemente por tempo suficiente (mesmo que por apenas alguns meses), você ficará fluente.

As regras são importantes, mas você não deve se preocupar em aprendê-las primeiro. Elas servem para guiar sua experiência direta com o aprendizado da língua, não para substituí-la. Aprenda inglês como você aprende futebol, basquete, guitarra, piano, ou qualquer outra coisa.

Comece a falar desde o primeiro dia.

Learn Picasso

Aprenda as regras como um profissional, e então você poderá quebrá-las como um artista.

Gostou do que leu?

Para mais artigos que vão revolucionar o seu inglês e para ficar atualizado com tudo que acontece no RealLife English (comunidade, eventos, recursos) lembre-se de assinar a lista de e-mails!

 

TRANSLATION: This article was translated to Portuguese by Flávia Almeida. Click here for more information about translations or if you are interested in becoming an RLE translator.

  • Priscila says:

    Concordo! Fiz curso de inglês por 10 anos, tenho uma ótima pronúncia porém a falta de confiança em mim mesma fez todos esses anos serem desperdiçados. Apenas quando viajei pro exterior que realmente me obriguei a falar.

    Obs: o mais correto seria Malabarismo nesse sentido, ao invés de Malabares.

  • >